Garoto autista tem pedaço de madeira pregado à cabeça

Um menino autista de 9 anos teve um prego de uma polegada fincado à cabeça em uma agressão feita por um grupo de rapazes, de acordo com um post de sua mãe, Natasha Chambers, no Facebook. O prego estava preso a um pedaço de madeira, que ficou “pendurado” na parte de trás do crânio do garoto. O caso foi registrado no condado de Nottinghamshire, na Inglaterra.

“Bom, que dia eu tive. Depois de um dia ocupado no trabalho, tive que correr com Romeo para o pronto-socorro. Ele foi intimidado toda a semana por alguns rapazes e hoje eles fizeram isso com ele”, disse a mãe.

Chambers contou que o prego chegou a atingir o crânio e se dobrou. “Estou com o coração absolutamente partido”.

 

Romeo recebeu antibióticos e foi liberado para casa (Foto: Reprodução / Facebook / Natasha Chambers)Romeo recebeu antibióticos e foi liberado para casa (Foto: Reprodução / Facebook / Natasha Chambers)

Romeo recebeu antibióticos e foi liberado para casa (Foto: Reprodução / Facebook / Natasha Chambers)

Segundo o “The Independent”, Romeo estava próximo a uma árvore, no caminho da escola, enquanto três meninos seguravam gravetos e o provocavam. Após a agressão, Romeu foi levado ao hospital pela mãe e recebeu antibióticos. O garoto recebeu alta e está em casa.

“Ele é um menino muito sortudo porque isso poderia ter sido mais sério”, disse Chambers em entrevista ao “The Independent”.

A mãe, de 30 anos, disse que se pudesse falar com os responsáveis diria para que deixassem de intimidar outros garotos. “Não quero que isso aconteça com outra criança”.

Prego ficou preso à cabeça do garoto junto ao pedaço de madeira (Foto: Reprodução / Facebook/ Natasha Chambers)Prego ficou preso à cabeça do garoto junto ao pedaço de madeira (Foto: Reprodução / Facebook/ Natasha Chambers)

Prego ficou preso à cabeça do garoto junto ao pedaço de madeira (Foto: Reprodução / Facebook/ Natasha Chambers)

Fonte: G1

 
 

Qual sua opinião sobre este assunto?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *