Polícia confirma que restos mortais achados em jacaré são de humano

A Secretaria Estadual de Segurança Pública do Tocantins confirmou que os restos mortais achados dentro da barriga de um jacaré são de um ser humano.

A afirmação foi feita nesta terça-feira (15/8) e, de acordo com site T1 Notícias, a suspeita é que um homem desaparecido no rio Javaé no dia 28 de julho seja a vítima. Agora, um exame de DNA será realizado para confirmar se o animal matou Adilson Bernardes de Oliveira, de 47 anos.

Adilson estava acampando com amigos em uma fazenda que fica a 20 km do Capão do Coco, na Ilha do Bananal, no município de Lagoa da Confusão. Ele havia se distanciado do grupo e ao procurá-lo, os colegas acharam apenas seus chinelos à beira do rio. Os bombeiros começaram as buscas, avistando diversos jacarés, mas o corpo não foi encontrado.

Após exauridas as possibilidades de buscas, os agentes foram avisados por moradores da região que um jacaré visto no rio apresentava um grande inchaço na região abdominal. Foi aí que decidiram matar o réptil. Dentro dele, foram achados os restos mortais que podem ser de Adilson. No interior do animal também havia alguns objetos que seriam do mineiro que desapareceu.

 T1 Notícias,

 

Qual sua opinião sobre este assunto?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *