Programa Criança Esperança é acusada de fraude pelo Wikileaks

O Programa Criança Esperança, uma parceria da TV Globo e da UNESCO, segundo informações da própria UNESCO ao longo de 30 anos o programa já beneficiou mais de 4 milhões de crianças.

Mas segundo denúncias feitas pelo o Wikileaks TV Globo e a UNESCO não estariam utilizando o dinheiro de forma correta, a um documento, de 15 de setembro de 2006, que revela um telegrama que teria sido enviado do escritório da Unesco em Paris, na França, para Washington, capital dos EUA.

O material relata uma solicitação de reunião do então embaixador brasileiro na capital francesa, Luiz Filipe de Macedo Soares, com lideranças da entidade da ONU para discutir irregularidades ocorridas no escritório da Unesco em Brasília.

Um dos problemas a serem discutidos, mencionados no documento, seria a manipulação do dinheiro movimentado pela campanha Criança Esperança, que já teria levantado US$ 40 milhões (cerca de R$ 94,8 milhões) desde 1986. Segundo o texto, teriam sido repassados à Unesco 10% desse total, por conta de uma “taxa de serviço”. O documento não faz referência sobre o destino dos 90% do montante arrecadado, mas informa que um terço do orçamento dos fundos extra orçamentais da Unesco (cerca de US$ 124 milhões, ou R$ 291,4 milhões) tem origem do escritório de campo do Brasil. No site oficial da campanha, a Rede Globo informa que “todo o dinheiro arrecadado pela campanha é depositado diretamente na conta da Unesco”

Após ser alvo de críticas em 2014, como a incoerência de pedir doações para crianças carentes, mas financiar programas de dieta para pessoas com condições financeiras como Fábio Porchat e Preta Gil, a Globo criou um novo formato para o “Criança Esperança”, que tenta responder algumas das perguntas mais frequentes, como “para onde vai o dinheiro doado?”.

Fábio Porchat
Preta Gil

Embora ainda seja uma novidade para muitos essa denúncia já tempo que foi feita pelo wikileaks, porém pouco se foi visto a respeito de Investigações ou até mesmo de punições em relação a este caso.

Essa matéria foi construído por pequenos trechos de vários textos de outros meios de comunicação do wikileaks e da própria ONU.

Nesse link pode ser encontrados os documentos da denuncia feita pelo wikileaks.

http://wikileaks.org/cable/2006/09/06PARIS6225.html

Qual sua opinião sobre este assunto?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *